Thursday, February 28, 2008

Puma attack!

Início de outubro, madrugada de sexta-feira para sábado, umas 4h00 da manhã, essa alma inteligente resolve pegar o metrô de volta para casa, na 59th com a 3rd (ou algum lugar por ali). Não foi a decisão mais esperta do mundo àquela hora, mas eu resolvi "brave it out".

Descendo a escada rolante, logo no primeiro degrau, o salto do meu sapato (sei lá se o esquerdo ou o direito) "enganchou" na barra da minha calça jeans (com uns 7cm providencialmente dobrados, por pura preguiça de mandar ajustar). O resultado é que eu acabei descendo a escada rolante "all the way" de peixinho. E viva!
No auge da minha consciência de que a queda viria e que seria surreal, estendi os braços para tentar me segurar. Só que - tah-dah! - os degraus da escada rolante têm aqueles "dentinhos", que vocês podem ver na foto ao lado. O resultado da minha audaciosa manobra foi que eu rasguei os braços (sim, os dois) dos pulsos até o início do braço (aka sovaco).

Quando cheguei em casa, tive que tomar um banho de água oxigenada (que eu, como uma boa desastrada, sempre tenho ao alcance), porque eu estava basicamente coberta em sangue. Uma delícia.

Quando me olhei no espelho, com hematomas e arranhões partout, eu parecia um misto de violência doméstica com ataque de puma.

No dia seguinte foi o show do Arcade Fire (com abertura do LCD Soundsystem, Les Savy Fav, Wild Light e Blonde Redhead). A minha empolgação em dançar (dado que todo o lado direito do meu corpo doía loucamente) era digna da Dária, apesar de eu estar, realmente, super animada.

Mas as contusões me salvaram de uma boa encrenca na semana seguinte...

No comments:

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License