Friday, February 29, 2008

Putting my foot in my mouth

Por influências externas (certo, J? - o copyright é seu, I know) tomei por hábito chamar a República Federativa das Bananas (aka Brasil) de Congo. A coisa pegou. Virou piada interna.

Há algumas semanas, estávamos - um grupo de filósofos chatos - no Jolly Tinker, na Webster Ave. matando tempo num sábado à noite congelante. Eis que surge o assunto de como são as escolas no Brasil e tal. Para manter o nível piada-interna, o Respectivo (i.e., o complemento XY da minha genética XX) engata o assunto:

- But how is the whole school system in "Congo" again?

Uma das mocinhas (uma das únicas outras componentes XX do departamento de filosofia aqui) imediatamente olha fixamente para nós, com cara de espanto.

Explico: ela, parte da elite conservadora norte-americana e praticamente o cúmulo de o que é ser WASP passou a maior parte da infância no Congo! Não na República das Bananas; no Congo de verdade. Aquele da África e tal. E acho que ela não gostou nada da referência pejorativa. Tentamos explicar a piada interna, o que, como qualquer explicação de piada, só piora as coisas. Era a única forma de preencher o silêncio constrangedor do momento, é verdade, mas não ajudou.

Eu faço piada com meu próprio país e o povo fica achando que eu sou a preconceituosa! Acho que até hoje ela me não engoliu a história e acha que há alguma piada maior por trás. Esse povo WASP... Vai entender...
Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License