Thursday, March 27, 2008

The Adventures of a Resident Alien

Depois que o centro de Professional Development (RETC) da faculdade confirmou que queria me contratar, tinha que ir atrás da documentação para efetivar meu pagamento (a parte mais importante da história, afterall). Se os franceses inventaram a burocracia e o Brasil a incrementou, os EUA foram responsáveis por torná-la um bêco sem saída, especialmente quando você é imigrante e tem o maldito status de "resident alien".

Depois de falar com o diretor do RETC, a responsável pelo RH da faculdade, o contador da faculdade e o diretor do Office of International Students, finalmente consegui coletar todos os documentos e assinaturas para poder ir à Social Security Administration, para poder tirar meu social security card, a versão americana do CPF.

Na semana seguinte, vou logo cedo à Social Security Administration do Bronx. Vou logo às 10h da manhã, porque já tinha ouvido dizer que as filas eram mega longas e ia demorar hoooras etc. E começa a jornada ao inferno: pego o BX 9 para ir até a Jerome Ave com a 195th St, perto da estação Kingsbridge da linha 4 do metrô. Chegando lá, peguei o elevador até o segundo andar, porque esse seria meu primeiro SS# (o primeiro andar era só pra quem ia tirar segunda via).

Chegando ao segundo andar, qual não é minha surpresa ao ver que há uma fila de umas 30 pessoas. Todas, obviamente, latinas, o que significa que daquelas 30, apenas umas 10 estava ali por conta do SS#. As outras estavam lá só para ocupar espaço (já que o lugar é minúsculo) e fazer barulho com grunhidos em um espanhol porto-riquenho maldito. Sem contar que todos tinham seus 5 rebentos (cada) a tiracolo.

Ainda mais irritante era o fato de as pessoas demorarem horrores nos guichês porque elas não estavam com a documentação em ordem, ou porque eram ilegais ou porque não entenderam as intruções de como preencher os formulários, porque não falam inglês. Para completar, os chicanos claramente não entendem o conceito de espaço vital e o maldito sujeito que estava atrás de mim na fila estava invadindo o limite do meu anger management. Depois de algumas bufadas e bolsadas ao longo de duas horas, ele resolveu adicionar uns 2 centímetros à distância que estava de mim. Ainda não foi suficiente e eu continuei irritada até ser chamada ao guichê e ver terminada minha agonia.

Em um prazo de três semanas, receberia meu social security card pelo correio. Tudo isso, entendam, não para eu poder receber meu salário. Eu poderia recebê-lo de qualquer forma. A burocracia toda é, na verdade, para eu poder pagar meus impostos (especialmente imposto de renda) ao governo americano. Ou seja, a fila é para pagar imposto, sim. Bem-vindos à América!

No comments:

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License