Saturday, March 1, 2008

The Understudy (or my attempt to get a decent nail job)

Tem um episódio do Seinfeld ("The Understudy", 1995) em que a Elaine vai fazer as unhas e todas as manicures do salão falam coreano, o que faz com que ela entre na paranóia de que as manicures estão conspirando contra ela. Não é à toa que Seinfeld talvez seja a representação mais precisa da vida nova-iorquina.

No final de setembro, resolvi ir à um salão para retocar meu nail design. Não, não é manicure. É um lance com gel, que eu fazia no Brasil com o Ralf (meu sensacional - e carésimo - nail designer alemão) no Artisalus. Não é frescura à la Sex & the City: não entrego minhas unhas a qualquer um!

Decido ir a um salão (que descobri pelo citysearch ou algo assim) no Upper West Side: Avanti Nail Spa. Grande, bonito e tal. Porém... todas as manicures (não vou qualificá-las como nail designers, porque seria um insulto ao Ralf) eram coreanas. E só falavam coreano entre si. Aí, você se pergunta: mas elas falavam inglês com as clientes, certo? Errado. Elas não falam com as clientes, porque elas não falam inglês.

Maravilha. Não consegui explicar que tipo de gel eu queria. Não consegui explicar de que tamanho minhas unhas deveriam ficar e não conseguiexplicar qual cor de esmalte eu queria. Acima de tudo, não sabia quanto aquilo tudo ia custar! Eu preferiria ter passado minha tarde enfiando grampos de cabelo (daqueles de metal) na tomada. Seria menos estressante.

O resultado da brincadeira: depois de duas horas e meia, unhas com um formato altamente bizarro, decididamente longas demais e "café" ao invés de vermelhas. Não foi tão caro quanto eu imaginava que seria, pelo menos.

A única coisa curiosa: a coreana que ficava na recepção e intermediava a comunicação das escravas-mudas com as imperialistas caucasianas que entravam e saíam com seus Manolos foi a única pessoa que deu o palpite certo sobre meu nome. Assim que eu cheguei:

- Hi, I have an appointment at 3pm...
- Your name?
- Aline.
- Hmm... Let me see... Oh, here. Aline, ay?
- Hum-hum.
- Are you Irish?

Close enough, Mrs. Korea. Seria muito far-fetched você acertar que eu era brasileira. Mas meu nome é, sim, celta (i.e. Irish), o que nem os "irlandeses" por aqui sabiam (eles ainda se atrapalham com todas as vogais bem pronunciadas). Good guess.

3 comments:

Fred said...

voce é uma gordinha futil que só
e alem do mais medievil

AdrenAline said...

Medievil?? Que ser isso?

Fred said...

mistura de medieval com evil
é o nome de um jogo tambem
irlandeses e celtas me lembram isso

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License