Monday, May 19, 2008

Alles was lebt bewegt sich

Sabe o que acontece quando você deixa um punhado de Corn Flakes de molho em uma tigela de leite de soja por mais de oito horas? Infelizmente, eu sei.

Hoje começou o curso do qual eu estou participando como "Summer Presidential Scholar" (soa chique, não? Nem é tão big deal, mas tudo bem). É um curso sobre teorias e aplicações de ética contemporânea, mas não vou entrar em detalhes, porque é um lance meio chato. E não digo isso com aquele tom de "é chato para leigos". Digo no sentido universal. É chato. E ponto. Para qualquer um. É interessante, isso é fato. Mas sentar em uma sala para discutir case studies com acadêmicos de várias áreas (que têm seus pet peeves e parecem não concordar em nada) em pleno verão por oito horas diárias durantes três dias não é exatamente minha idéia de diversão.

De qualquer forma, tinha que estar lá no Dealy Hall às 9h00. Acordei às 7h30 para começar minha rotina matinal e imprimir minhas "reflexões iniciais", que eu teria que apresentar esta tarde. Depois da primeira fase da rotina matinal, preparo minha tigela de cereal (com os componentes acima mencionados) e tento imprimir meu texto. Nada. Limpo a fila da impressora e dou o comando pra imprimir. Do novo, nada. Reinicio o computador. Nada. Enquanto isso, o cereal lá, me encarando...

Salvo os arquivos no pen-drive e vou pedir pra Doris imprimir pra mim. O computador dela estava desligado ainda (afinal, eram 8h20 da manhã!). Ela ligou o computador e a impressora. Como ela usa o Windows Vista, o processo ligar-o-computador-e-abrir-os-arquivos-do-pen-drive-e-imprimir-todas-as-seis-páginas levou mais de vinte minutos. Vinte minutos!

Voltei para o meu quarto para me vestir, juntar o resto do material que eu precisava levar para o curso e fui ao banheiro enfiar uma quantidade genérica de pasta de dente na boca em uma tentativa de escovar os dentes. Saí correndo (ainda bem que tenho ido à academia!) para chegar no campus na hora. Obviamente, a tigela de cereal ficou lá, intacta, sobre minha escrivaninha. Até as 17h20, mais ou menos, quando voltei para casa, depois de oito horas de discussão sobre os fundamentos da moralidade e da biologia e as questões éticas que concernem os limites da vida humana.

Teria fotografado a tigela, se tivesse tido coragem. Ao invés disso, achei melhor só ir lavar logo a tigela e o resto da louça, que já estava acumulada desde ontem à noite. Para pelo menos evitar a proliferação de bactérias que poderiam causar desastres biológicos piores que os analisados durante o dia de hoje e potencialmente (embora não tão provável) piores que as criaturas de estatuto ontológico questionável que habitam minha cozinha com o fomento da minha querida Doris....

No comments:

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License