Sunday, May 11, 2008

Dangerzone

Como eu havia dito, a minha cozinha é o lugar mais exótico de NY. De toda NY. Porque tem horas que eu não sei se a Doris está cozinhando ou fazendo experimentos de laboratório. Geralmente cozinhando, o que é mais assustador.

Esta manhã, a contragosto, acordei relativamente cedo. "Dropei" meu Dialene 4 e, meia hora depois, fui à cozinha tomar café da manhã (com hífen?). Eis que no balcão... tah-dah!

Esse negócio aí. Não tenho a mínima idéia do que seja. Sequer arrisco taxonomizar como animal, vegetal, mineral ou sei-lá-o-quê. Pra mim, parece aqueles "charutos" de comida árabe, só que feito com folha de jornal cheia de tinta de lula no lugar de folha de uva. Atentem para a "água negra" que rola em volta dA Coisa. Depois que eu descobrir que raio é isso, eu aviso aqui. Só pra saciar a curiosidade. E também para vocês poderem evitar ligar pro Lig Lig e, na intenção de pedir um macarrão Chop-Suey, acabar tendo que encarar o grande wrap negro. Vejam se este ângulo ajuda a identificar:

Se alguém tiver alguma idéia de o que isso seja, favor me avisar, antes que meu apartamento exploda ou eu morra de desgosto ou SARS.

2 comments:

C.Dias said...

Eca! Parece um coador de café usado! Gente estranha vc escolheu pra morar junto ein amiguinha?

Mas e aí? Descobriu o que é o troço? Pelo amor dos deuses, estou curiosa!!!

AdrenAline said...

É... eu não escolhi, na verdade, mas tudo bem...
Então, depois que A Coisa foi cozida, vi que era algum tipo de "wrap" gigantesco (acho que a coisa preta era algum tipo de alga) cheio de legumes e mini-crustáceos dentro. Os mini-crustáceos eram tipo camarão-bebê, do tipo que a gente encontra dentro dos órgãos digestivos dos mariscos. Bem nojento, mas beleza...

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License