Thursday, May 8, 2008

Wraith pinned to the mist & other games


Hoje de manhã, quando estava saindo para ir à academia, não sei bem como, dei de cara com esse ingresso. Essa foi minha primeira - e única, por enquanto - ida ao estádio para assistir a um jogo de baselball.
Como vocês podem ver, já faz algum tempo: 26 de setembro de 2007. O outono tinha acabado de começar e ainda estava um calor horrível. Isso não contribuiu muito para o lado positivo da experiência, mas vamos ao relato...

Contrariando o óbvio, não fui ao Yankee Stadium, que fica a poucos minutos daqui, de metrô. Fui a um jogo do Mets, lá na casa deles, o Shea Stadium, que fica no Queens. Mas lá pra dentro, embrenhado no Queens, à distância já popularmente conhecida: longepracaralho. Éramos 3 as vítimas da idéia brilhante do Fincke de ir ao Shea, ao invés de aproveitar a proximidade dos Yankees: Eleanor, Dave e eu.

Nos encontramos às 4h30, se não me engano, na Bathgate com a E. Fordham Rd. e fomos andando, debaixo de um sol infernal, ladeira acima, até o metrô D. O trajeto do metrô foi aquela coisa interminável: descida all the way até a Grand Central para podermos trocar de linha e ir para leste até o Queens. Levamos 2h30 no total. Durante essas 2h30, o Fincke tentou explicar para nós três (especialmente a alienígena aqui) como o raio do jogo funcionava. O meu consolo foi que o Dave e a Eleanor também não sabiam. Eles obviamente entenderam a abstração toda muito melhor que eu, que não cresci assistindo àquela confusão na TV. Mas, eu me dizia, quem sabe vendo "na prática" eu entendo...

Chegamos no Shea Stadium exatamente às 19h05. Até acharmos para onde tínhamos que ir, onde eram nossos assentos etc. levou um tempinho, mas nem perdemos o início do jogo, porque sempre rola aquele embaço...

O estádio... Bem, o estádio é gigantesco! Como os nossos lugares eram lá no alto, tivemos que subir muitas, muitas escadas rolantes. E entre as escadas rolantes tem umas estruturas que lembram praças de alimentação, com Subway e tudo.

Nunca estive em um estádio no Brasil para poder comparar (vergonha!). No entanto, posso comparar com o Olympiastadion de Berlin, onde fui assistr ao show do U2 em 2005, e acho que a estrutura aqui é melhor (mesmo porque o Shea foi construído trinta anos depois do Olympia) Consequentemente, suponho que o Shea também seja bem mais organizado que os estádios no Brasil.

O jogo foi Mets vs. Nationals. O jogo demorou para sempre! Foi quase eterno, juro! E não é só porque eu não estava entendendo (depois de um certo tempo, acho que assimilei a estrutura básica da coisa), mas não entendi por que são necessários nove innings. Nove inning inteiros! Os Mets começaram ganhando, foi até legal. Mas o resultado final foi 9 a 6 para os Nationals. Reafirmo que, se o jogo tivesse só 4 innings, seria muito mais agradável de assistir, além do fato de que os Mets teriam ganhado, já que o jogo estava 6 a 2 para eles antes do quinto.

Bom, mas já que o negócio ia demorar, resolvi aproveitar a experiência à la Miranda Hobbes (apesar de não estar em um jogo dos Yankees): comi um cachorro-quente! Enquanto assistia ao jogo! Hábito mais ianque, impossível. Só faltou a cerveja. Mas, por US$ 6,50 uma long neck genérica (Bud, acho), achei melhor deixar pra lá.

Lá pelas 22h30 o jogo fi-nal-men-te acabou. E tive que encarar mais uma hora e meia de metrô de volta para casa. Desta vez, com trens lotados de fãs do Mets, obviamente frustrados, e mais Fincke falando de estatísticas do jogo. Talvez tenha sido minha primeira e última experiência (pelo menos ao vivo) com baseball. Decidi que só trabalho com futebol americano mesmo, igual à Gisele.

Ah, e os Mets, que estavam com o campeonato quase ganho - e invictos até esse jogo - só perderam desse dia em diante. Acho que eu sou meio pé frio mesmo...

3 comments:

Godoy said...

Muito bom o post sobre o national pastime. Sou fã do esporte desde que vi, in loco, uma vitória dos Yankees na temporada de 1998 - o time é considerado um dos melhores de todos os tempos do esporte. Só uma coisa: se você se surpreendeu com o Shea, vai ficar boquiaberta com os outros estádios. O Shea é considerado um dos PIORES de toda a liga, acredita? Pois é, para nós, brasileiros, parece um lugar bem legal. Dizem que o novo Yankee Stadium, que será inaugurado no ano que vem, será surpreendente.

AdrenAline said...

É, de fato, ouvi dizer que o Shea é considerado um dos piores. Inclusive, quando fui assistir a esse jogo, vi a estrutura do que será o novo estádio dos Mets, que vai ficar pronto em um ou dois anos também, acho. Como moro no Bronx, sempre que pego o metrô passo perto do Yankee Stadium e já deu pra ver que o novo estádio já está para ser inaugurado. Preciso ir lá ASAP, para pode fazer um "antes e depois".

Fred Sorin said...

nossa
aposto que não supera o maraca...
além do mais qual é a graça de ficar sentado?? qual é a graça de não ter torcida??
isso é muito coisa de europeu e americano civilizado
alguem marca um ponto, gol ou etc
só falta o adversário falar:
"belíssimo gol, cavalheiro, aceitaria um chá?"

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License