Saturday, July 12, 2008

I took a long hard look

Já contei a minha primeira experiência assistindo a um jogo de baseball ao vivo, no Shea Stadium, e minha primeira vez assistindo a college football em um bar. Faltou contar minha primeira experiência com futebol americano ao vivo. Nos EUA, o pessoal liga muito pouco para o futebol americano profissional, da NFL. O lance mesmo é o futebol americano universitário.

Dia 8 de setembro de 2007 estava lá eu, recém-chegada para minha vida na América quando, voltando da biblioteca, vi que estava rolando alguma coisa no Coffey Field, campo de futebol americano da faculdade. Jogo: Fordham vs. Albany.

Cheguei no meio do jogo. Acho que no início do segundo quarto, na verdade. Fui sozinha mesmo, já que já estava por lá e queria saber do que, afinal, se tratava essa coisa toda de college football.

Tinha o pessoal de vinho, maroon, que virou a cor oficial da Fordham depois da briga com Harvard, e o pessoal de amarelo. A torcida toda bonitinha, comportada. Tinha um comentador e umas câmeras, porque lá os esportes universitários são transmitidos em rede nacional, na TV a cabo. A bandinha tocava hits de rock em versões interioranas, com trombetas, tambores e tamborins.

Fiquei lá, tentando entender o que estava rolando. Entendi pouco, muito pouco, mas o suficiente. Depois de uma hora e meia ou duas horas, ainda sem previsão de por quanto tempo mais a coisa se prolongaria, resolvi ir embora, acho que no meio do último quarto (mesmo porque já estava anoitecendo e eu moro no Bronx, né?!). O jogo estava apertado, talvez empatado, até - não lembro. Não me importei em conferir o resultado final no dia seguinte, mas não deve ter sido tão ruim, porque no final da temporada, a Fordham (pela primeira vez) foi campeã da liga em que ela joga.

Não, o time da Fordham não é bom: é que ele está na liga das piores escolas, i.e. as escolas que - como a Georgetown - têm alunos inteligentes, mas sem grandes vocações esportivas. Nada de Notre Dame ou Ohio State na nossa liga. Em esportes, somos os melhores dos piores. And damn proud of it!

(A foto tosca foi tirada com o celular durante o jogo.)

No comments:

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License