Tuesday, September 16, 2008

Time travels to learn your secret life

Mais um final de semana em Detroit...

Sexta-feira, 12/09, depois da minha aula de Medieval fui direto para a casa do Respectivo (onde já tinha deixado minha mala) para jantarmos e irmos ao aeroporto. Saímos às 18h em direção ao LaGuardia. A sorte é que saímos cedo, porque no meio do caminho o Respectivo percebeu que tinha esquecido um remédio, então, tivemos que voltar pra casa dele e recomeçar o trajeto.

Ainda chegamos cedo ao aeroporto, porque já tínhamos feito o check-in online e não teríamos que despachar nenhuma bagagem. Apesar de lotado, o vôo saiu na hora e, às 22h estávamos no aeroporto de Detroit, onde a mãe e o pai do Respectivo foram nos buscar para irmos para o hotel, onde ainda encontramos o irmão do Respectivo com a namorada e o tio e a tia dele. Fomos direto para o quarto desmaiar, já que no dia seguinte teríamos que levantar cedíssimo para ir ao memorial service do avô do Respectivo, que estava marcado para as 9h30 em Dearborn. E chovia. E o tempo estava horrível. And yet.

Lá no mausoléu, revi todos os parentes dele que eu já tinha conhecido em outras viagens e ainda conheci outros 23948639856. Depois do serviço, fomos para a recepção no DeLuca's, em Westland, onde rolou todo um almoço mega-longo. Mas a comida (family style) estava boa. E a sobremesa (mmm... spumoni!) também. Mas eu estava morta de cansaço... acumulado desde a maratona de quinta-feira. Ugh!

Depois do social todo, demos uma passada de volta no hotel e fomos para a casa de uns primos do Respectivo, onde logo de início - e para meu absoluto pânico - eu fui abduzida por duas crianças (fofos, mas crianças), que me levaram para conhecer seus quartos e brincar de qualquer-coisa. Algumas horas depois fui resgatada para sair para jantar com o Respectivo e os tios dele. Como ele e a tia não trabalham com glúten, eles não iam poder comer os snacks que iam rolar a noite toda, razão pela qual acabamos dando uma passada rápida no Chili's (que tem um menu especial gluten-free) para um jantar rápido. E logo voltamos ao reencontro do resto da família para discussões políticas animadas depois que todos já tinham tomado algumas taças de vinho, drinks e afins. Meu único comentário a respeito é que republicanos têm umas noções de certo e errado beeem esquisitas. Medo!

Quase não sobrevivi ao trajeto de volta para o hotel, de tão esgotada. Coma.

No dia seguinte (domingo), mais social. Depois do café-da-manhã-check-out-etc. voltamos para a casa do dia anterior, onde os homens ficaram assistindo aos jogos da NFL enquanto as mulheres (i.e. a mãe, tia e prima do Respectivo e eu) fomos ao Fairlane Mall fazer comprinhas... Sorte a minha, encontrei uma jaqueta Max Azria na Macy's em liquidação: de US$ 445 por US$ 89. Como a mãe do Respectivo tinha mais uns bônus por ter o cartão da Macy's, acabei pagando apenas US$ 72. Por uma jaqueta Max Azria!!!

Depois da pausa para as compras, voltamos, e eu fui incumbida de entreter as crianças por mais algumas horas, até chegar ao limite da exaustão e ser levada de volta ao aeroporto de Detroit (e o tempo continuava uma droga...), onde a idéia era ficarmos em standby para o vôo das 17h11, que, obviamente, estava lotado. Acabamos jantando lá no aeroporto mesmo (já que eu sequer tinha almoçado), no Mediterranean Grill, que tinha uma kafta surpreendentemente boa (ou seria a fome...?) para um restaurante de aeroporto.

É. Só que o vôo atrasou. Seria por conta do Ike ou de qualquer outro fenômeno natural de explicação fuzzy? Não. Simplesmente porque o avião ainda estava no hangar. Fazendo o quê?, eu pergunto. Sei lá. Incompetência da Northwest (só podia ser parceira da merda daDelta!).

Com o atraso, acabou que encontramos um outro primo do Respectivo, que estava acabando de chegar em Detroit, no aeroporto. Tá, legal... mais social, mas eu queria MUITO ir pra casa (e dormir!). O que só rolou com uma hora de atraso! Ai, Jesus...

Chegando ao LaGuardia, como em todo bom domingo à noite (chegamos às 22h40), estava rolando uma fila razoável para os táxis. Chegamos por aqui no gueto lá pras 23h, a tempo de eu ir direto pra cama desmaiar, pensei.

Mas aí resolvi dar uma olhada nos meus e-mails antes... e descobri que minha prima tinha sofrido um seqüestro relâmpago no aterro sanitário evangélico Rio de Janeiro. E lembrei que, apesar de estar meio que na merda por aqui, o meu gueto é menos gueto que o gueto dos outros... E aí eu fui dormir.

2 comments:

tOk said...

Você vai ter de desculpar minha grosseria, mas acho que você é daquele tipo de pessoa que capta meu tipo de humor:

Não é irônico que um memorial service aconteça num lugar chamado Dearborn?

AdrenAline said...

Fato. Não tinha pensado nisso...

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License