Wednesday, September 17, 2008

Where the streets (and the people!) have no name (or, the curse of the Fnu)

Pra quem acha que a vida nos EUA é boiada, mais um capítulo diretamente do inferno. O meu trabalho me fornece umas situações surreais, impagáveis e, more often than not, infernais. Office for International Services - parece legal, né?

Repito: até que é. O problema é que, quando rola um problema, é um problema de nível nuclear. E é aí que entra o meu malabarismo (ou a falta de, no caso).

Estava eu hoje lá bonitinha, fofinha e adorável gerando listas de plano de saúde no sistema (Ele, o Sistema!) de mil-novecentos-e-computador-de-tela-preta-e-verde quando me aparece uma criaturinha precisando de ajuda com o social security number. Ok.

- E qual o seu nome?
- Fnu.
- Fnu?
- É.

Vou até o meu chefe:

- Tem uma "Fnu" aqui querendo falar com você sobre SS#...
- Fnu?
- É.
- Hmm... Interessante. Você sabe o que "Fnu" quer dizer?
- Não... er...
- Não, chuta! Vai lá. Chuta qualquer coisa...
- Não sei... Essa língua aí não é uma das minhas sete... eu...
- "First Name Unknown". FNU. Entendeu? Manda ela entrar.

What the hell? Saí da sala dele sem entender a piada... até que toca o telefone (e cai a ficha que o lance todo não era piada!):

- Oi, Eu estou ligando do escritório de empregos de estudantes da faculdade e eu acabei de mandar uma aluna aí cujo social security card foi emitido para "Unknown". Isso é inadmissível! Isso precisa ser corrigido! Faça alguma coisa!
- Minha senhora, veja... eu não trabalho para o governo, eu não trabalho para a administração da seguridade social... não tem como EU corrigir isso.
- Mas como pode ter saído que o nome dela é "Unknown"? Ela tem um nome! É Fnu!
- Exatamente... o problema é esse: Fnu significa "first name unknow", daí o primeiro nome dela ter sido impresso como "Unknown".
- Mas isso não pode ficar assim! Vou passar um fax com este absurdo para você ver. E tome alguma providência!
Clic.

Pois é: aparentemente tem aqueles países no mundo onde as pessoas só tem um nome (em vez de nome e sobrenome) e, contrariando todas as probabilidades, até esses países mandam a galera pra estudar aqui... e aí é só rolo. E sobre pra mim, lógico!

Mas a lição do dia é... Fnu, cara! Nome genial!

(Quem se interessar por histórias bizarras de incompetência governamental pode ler um exemplo aqui. Estranhamente, essa pessoa que passou por situação semelhante postou o ocorrido há exatamente um ano! Nem um dia a mais, nem um a menos: 17 de setembro de 2007. Seria este o dia da "Curse of the Fnu"?)

3 comments:

Carol Lellis Nilson said...

Meu, Aline, que coisa mais bizarra!!! E porque não WTF de uma vez? Juro, again, ils sont tous fous ces américains!

AdrenAline said...

Pois é. A gente acha que só no Brasil é que a burocracia emperra a vida das pessoas, mas é nessas horas que a gente vê que a "América" também está longe de ser perfeita. O ruim é que aqui sobra pra mim (enquanto no Brasil era só gritar com os outros...)

tOk said...

Sei lá, podia chamar Jacinto Pinto Aquino Rego.

Preferia chamar Fnu.

Flw

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License