Friday, October 10, 2008

To catch a thief (or, the strange case of the missing fruit)


Há algum tempo Mahlika já vinha reclamando do sumiço de algumas das frutas dela. Eu já havia percebido que algumas das minhas bananas também pareciam estar criando perninhas e fugindo por aí.

Sobre as minhas bananas (não compro outras frutas; só bananas!), sempre achei que algum gênio tinha julgado que elas estavam estragando e jogado fora - o que não é uma coisa legal de se fazer, mas enfim. Mas aí a Mahlika comentou dos pêssegos e pêras (não sei se pêra continua tendo acento; acho que não - mas agora posso dizer que sou antiga! Não conheço a nova ortografia!) dela, que estavam desaparecendo. E pêssegos e pêras custam caro por aqui, pessoal! Não é coisa trivial.

Estranho...

Pois ontem de manhã, quando tomei meu café da manhã, tinha 2 bananas minhas na fruteira. Pensei até em comer uma, mas já tinha comido cereal demais. Deixei pra lá. Na hora do almoço, eu continuava tendo duas bananas, como era de se esperar.

Lá pelas 21h, o Respectivo deu uma passada aqui. Quando eu desci pra ir abrir a porta pra ele, ao passar pela sala eu vi que só tinha UMA banana na fruteira. E eu não tinha comido nenhuma! Hum...

Uns minutos depois, a Mahlika chegou e foi jantar. Quando ela preparava o prato de frutas, deu falta de uma pêra. Intrigante. Conversamos um pouco sobre isso enquanto eu comia a banana que havia sobrado (eu nem estava com tanta fome, mas aquela banana era minha por direito - eu fui ao mercado e a comprei, pôxa!), então, quis me certficar de que, se alguém ia comer o raio da banana, esse alguém seria eu!

Eu também tinha uma maçã na fruteira. Minha chefe foi colher maçãs em Long Island uns dias atrás e trouxe uma para mim. Até pensei em comê-la, só pra garantir, mas aí já era gula. Deixei a maçãzinha lá (lição do dia: cafezinho - diminutivo de café - não tem acento, mas maçãzinha - diminutivo de maçã - não perde o til, porque til não é acento ortográfico, é sinal diacrítico - só pra provar que também dá pra aprender purtugueish com Blog!). Logo depois da conversa sobre o ladrão (ou ladra) de frutas, fui dormir.

Hoje cedo, acordei, fui até a cozinha preparar meu chai latte e, ao que eu olho para a fruteira... cadê minha maçã????

Ótimo, não bastasse a roommate from hell, também tem alguém (não é ela, porque ela não estava aqui - estava no ralo da humanidade se entupindo de comida depois de jejuar para o Yom Kippur) comendo minhas frutas!!! E não só as minhas... Hum... isso está ficando interessante. Ainda bem que o resto das coisas que eu como a maioria das pessoas normais abomina: leite de soja, tofu, alface etc. Mas isso não vai ficar assim. Prometo!

1 comment:

C.Dias said...

Realmente, estou curiosa pra saber o final dessa estória ( ou seria história?). Keep us posted, please! :-)

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License