Wednesday, November 12, 2008

Star People (or, small, small cast)

Esse vai só pela coincidência. Na segunda-feira, o Ivan sugeriu que eu assistisse ao filme Do Outro Lado (Auf der anderen Seite). Sugestão que eu prontamente considerei, já que sou meio fã do Fatih Akin e gosto da proposta de cinema dele.

Tá, mas, como eu já disse, esse blogue não é para falar dos meus gostos e merdas culturais (como a maioria dos blogues pessoais da intelligentsia faz). Quem sou eu pra dar dicas de entretenimento e cultura? Vá ler o Guia da Folha (que, acreditem se quiser, já foi bom) ou a TimeOut, que aqui não é lugar de jabá pago, nêgo!

E o que é que essa história toda tem a ver com a minha insignificante vida em NY?

A resposta: Kevin Bacon.

Mas vou explicar a passos de criança com poliomielite: segunda-feira, tive essa conversa de trivialidades. Legal.

Hoje, logo depois que eu voltei no passeio de ônibus mencionado abaixo, meu amigo Alex (que havia sumido há umas 5 semanas) me ligou.

O Alex é um turco que está se formando em cinema. Ele faz filmes e tem certeza de que eu sou o anjo da guarda dele (o que, às vezes, eu sou mesmo - outra história, para outra ocasião). Fato é que a Academia (aka Escola para gente com síndrome de Peter Pan) torna a gente tão chato que - acreditem se quiser! - mesmo eu sendo fascinada por cinema (especialmente nórdico e do Oriente Médio, como alguns já devem ter notado por aí), nunca conversei com ele sobre o tema.

Hoje ele mencionou o Contra a Parede (Gegen die Wand) do Fatih Akin. Quando eu comentei que esse era um dos meus filmes favoritos (lista top 20, talvez), ele se surpreendeu: não imaginou que eu teria visto esse filme. Quando eu contei que vi anos atrás, ele ficou ainda mais surpreso. E aí eu ainda comentei sobre o outro, O Som de Istambul (Crossing the Bridge: The Sound of Istambul), que ele ficou ainda mais espantando em saber que eu vi. Eu lá, toda entusiasmada, falando sobre o quanto eu gostava dele e tal e o Alex me disse que a irmã dele é amiga (naipe BFF) do Fatih Akin.

E, novamente, fica comprovada a minha teoria: o mundo tem apenas 300 pessoas. O resto da galera é figurante!

No comments:

Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution-NonCommercial 3.0 Unported License